Quem tem medo de Wilhelm Reich ?

quem tem medo de wilhelm reich

É 3 de Abril de 1952, no Maine. Eu, Wilhelm Reich, estou sentado no grande quarto da casa de baixo… todo mundo saiu. Espero que alguém escute, futuramente… com todo respeito essa gravação. Respeito pela coragem que foi necessária para manter… em todos esses anos, o trabalho de pesquisa… de energia orgone e de energia vital. Cometi erros ao revelar a força essencial da natureza mas praticamente a coloquei disponível, aquela que… ao longo de milhares de anos foi chamada, em muitas línguas, de deus. Deus se tornou algo terreno… tocável e compreensível, dentro do coração e do espírito humano. Mas não ha descoberta científica que tenha provocado nos seres humanos tantas sensações de medo e ira nas profundezas de sua constituição emocional…

Tratar do tema Energia Vital, pode soar, primeiramente um pouco doido… porque simplesmente vivemos em um tempo marcado mecanicamente… mas, quando aceitamos esse conceito, aceitamos essa possibilidade (que poderia haver uma energia vital… e sem ela, simplesmente não estaríamos vivos) surgiriam muito mais possibilidades na terapia e no tratamento de doenças.

Título original: Wer hat angst von Wilhelm Reich

áudio: alemão / legendas: português br

Quer baixar esse vídeo ? Clique AQUI !

O Clitóris, esse desconhecido

o clitoris esse desconhecido

A ciência nunca ficou à vontade com o clitóris. Segundo ela, ele foge a todas as teorias lógicas. Afinal, a finalidade biológica do sexo é a reprodução. O clitóris é a única parte do corpo que não tem outra função além do prazer. É isso que o torna tão incrível. É estranho as mulheres acharem que sua sexualidade é mais restrita do que a dos homens, porque o clitóris está lá só para proporcionar prazer. Ele funciona muito semelhante ao pênis: Quando você está excitada, seu fluxo sanguíneo o faz crescer, ele se torna mais rígido e mais protuberante. É quase como uma ereção.“Esse é o meu livro de anatomia preferido com o qual eu estudei durante muitos anos, desde meados dos anos 80 e início dos 90. Foi ele que, provavelmente, me influenciou muito a fazer o meu trabalho. O fato de não haver descrição nenhuma do clítoris em si e de haver uma seção inteira sobre os mecanismos da ereção, seguido de informações sobre a neuroanatomia e o suprimento vascular para o pênis, sem absolutamente nenhuma referência ao clitóris. Eu pensei: “Hum, isso não é muito bom.” A Dr. O’Connell  mostrou que o clitóris é bem maior do que pensávamos. Ele mede cerca de 8 centímetros e se constitui em um órgão mais complexo do que imaginávamos.

áudio: français; legendas: português br

 

Quer baixar esse vídeo ? Clique AQUI !