A Natureza da Existência

“Fiz uma lista com as 85 perguntas mais difíceis que eu pudesse imaginar começando com a maior de todas: Por que existimos?. “Eis mais algumas perguntas que faço no filme: Qual o propósito do homem? O que deu início ao Universo? Onde estava Deus durante o Holocausto? O que é a verdade? As pessoas devem transar antes do casamento? Qual a melhor forma de encontrar a felicidade? Onde fica o paraíso? De onde vêm as vozes da minha cabeça?” Como você as responderia? Qual viagem é mais importante que aquela que nos leva mais perto de encontrar o sentido de nossa existência?”.

Qual é a pergunta mais importante que existe? Após explorar o fenômeno dos fãs de “Jornada nas Estrelas” no aclamado documentário TREKKIES, o diretor Roger Nygard parte para “A Natureza da Existência”, viajando pelo mundo até a fonte das filosofias, religiões e sistemas de crenças mundiais, entrevistando líderes espirituais, estudiosos, cientistas, artistas e outros que influenciaram, inspiraram ou chocaram a humanidade.

Quer baixar esse vídeo ? Clique AQUI !

 

 

Os Sete Pecados Capitais – A Gula

Os sete pecados capitais. Eles existem em cada um de nós e alguns dizem que eles fazem parte da nossa alma. Luxúria, inveja, gula, preguiça, avareza, ira e soberba. De acordo com a teologia católica pecar é simplesmente pensar nesses pecados capitais. No entanto, estranhamente esses pecados não aparecem na bíblia sagrada. Eles surgiram pela primeira vez nos mosteiros do Egito mais de 300 anos depois de o Novo Testamento ter sido escrito.Cada um desses pecados tem uma história secreta revelando como eles se tornaram capitais. Os 7 pecados capitais tiveram um enorme impacto na história, na sociedade e em nossa alma. E o mais paradoxal dos 7 pecados capitais é a gula.

O pecado da gula não é mencionado na Bíblia, mas já no século IV os Cristãos acreditavam que poderiam ir para o inferno por comer em excesso. Durante a Idade Obscura, os teólogos acreditavam que havia sete formas de cometer o pecado da gula, desde “comer demasiado” até “comer de forma demasiado refinada”. O escritor italiano Dante dizia que os que cometiam este pecado seriam castigados e ver-se-iam obrigados a comer sapos e insectos. Acreditou-se que este pecado era a origem da obesidade e do alcoolismo, e os cruzados combateram-no de muitas maneiras, que englobam desde os jejuns religiosos até à proibição.

Os 7 Pecados Capitais – A Preguiça

Os sete pecados capitais. Eles existem em cada um de nós e alguns dizem que eles fazem parte da nossa alma. Luxúria, inveja, gula, preguiça, avareza, ira e soberba. De acordo com a teologia católica pecar é simplesmente pensar nesses pecados capitais. No entanto, estranhamente esses pecados não aparecem na bíblia sagrada. Eles surgiram pela primeira vez nos mosteiros do Egito mais de 300 anos depois de o Novo Testamento ter sido escrito.Cada um desses pecados tem uma história secreta revelando como eles se tornaram capitais. Os 7 pecados capitais tiveram um enorme impacto na história, na sociedade e em nossa alma.

A Preguiça. Por volta do ano 375, um monge cristão chamado Evagrius Ponticus fugiu de constantinopla para um monastério no Egito. Ali ele compilou uma lista de tentações que pensou serem as mais perigosas para a alma humana. Ele acreditava haver oito terríveis tentações. A preguiça não estava listada como tentação mortal, estava listada como duas tentações. Evagrius chamou uma delas de Assídia que pode ser traduziada como Apatia a outra tentação mortal era Tristícia, taduzida como Tristeza. Evagrius sentiu que tanto apatia como tristeza levariam ao inexorável abismo do inferno. No ano 590 o papa Gregório, o grande, reexaminou a lista de Evagrius. Ele a encolheu para sete, combinando a assídia e a tristícia no único pecado da Preguiça. Descubra como a depressão e a ansiedade generalizada foi transformada no pecado da preguiça.

 

Os Sete Pecados Capitais – A Soberba

Os sete pecados capitais. Eles existem em cada um de nós e alguns dizem que eles fazem parte da nossa alma. Luxúria, inveja, gula, preguiça, avareza, ira e soberba. De acordo com a teologia católica pecar é simplesmente pensar nesses pecados capitais. No entanto, estranhamente esses pecados não aparecem na bíblia sagrada. Eles surgiram pela primeira vez nos mosteiros do Egito mais de 300 anos depois de o Novo Testamento ter sido escrito.Cada um desses pecados tem uma história secreta revelando como eles se tornaram capitais. Os 7 pecados capitais tiveram um enorme impacto na história, na sociedade e em nossa alma. E o mais perigoso desses pecados é a soberba.

Soberba. Corrompe tudo o que toca, tumor da alma. Para o papa Gregório a soberba era o pior dos 7 pecados capitais. Mas o que é a soberba ? E por quê ela é considerada tão malígna?

Os Sete Pecados Capitais – A Luxúria

Os sete pecados capitais. Eles existem em cada um de nós e alguns dizem que eles fazem parte da nossa alma. Luxúria, inveja, gula, preguiça, avareza, ira e soberba. De acordo com a teologia católica pecar é simplesmente pensar nesses pecados capitais. No entanto, estranhamente esses pecados não aparecem na bíblia sagrada. Eles surgiram pela primeira vez nos mosteiros do Egito mais de 300 anos depois de o Novo Testamento ter sido escrito.Cada um desses pecados tem uma história secreta revelando como eles se tornaram capitais. Os 7 pecados capitais tiveram um enorme impacto na história, na sociedade e em nossa alma. E o mais sedutor de todos é a Luxúria.
Luxúria. Os antigos devotam a chamavam de desejo desmesurado de prazer carnal. A bíblia fala em fornicação, adultério, tentações da carne. O desejo sexual é tão poderoso que domina e destrói. Apesar da luxúria não ser condenada no tempo antigo e sim, celebrada como no Kama Sutra na Índia. No kama Sutra, sexo e religião são um só. E ninguem praticou mais a adoração à luxúria do que o império romano.